padaria

hora do café, vou na padaria. peço um cappuccino que demora uma vida pra chegar e, no alto da minha agonia pra ir embora logo, a atendente me conta um segredo.

– a pessoa que sabe fazer bem o cappuccino faltou hoje. a minha colega ali no balcão não sabe fazer muito bem, pq ela nova aqui. então nós fizemos juntas e se a senhora não gostar não tem problema, não vai pagar não. mas eu vou ficar aqui do lado pra saber o que a senhora achou, pq a gente sabe quando o cliente prova, na cara que faz.

– tá certo então, mulher. vou tomar e a gente vê.

A colega no balcão bem nervosa, só olhava. Eu tomei e estava maravilhoso, melhor que o de costume.

– tá maravilhoso, sério mesmo.

– SÉRIO?

as duas comemoram, eu tomo meu café e escrevo no whatsapp pra uma amiga essa história.

aquela coisa, time que faz unido constrói tudo de mais foda. até um cappuccino.

quarta

estou doente e pego um táxi pro hospital. 38,8 de febre, corpo mole e querendo a minha cama mais ainda. a taxista me pergunta o que eu tenho, eu conto e ela começa a falar sem parar sobre a filha dela que pegou uma “artrite de stress” e quase ficou deitada numa cama para sempre.

no próximo semáforo pergunta da minha rotina, eu conto.  ela me fala pra ter cuidado, que a minha imunidade está baixa. “a gente se doa pro trabalho dos outros e depois eles mandam todo mundo embora. pensa na sua vida. foi assim que eu virei taxista.”

começa a contar a história. nessa altura eu estava quase chorando em bicas e ela continua: “eu acordava todo dia 4h40 pra trabalhar. ia até 22h, 23h no táxi. minha filha ficou doente, precisava de cuidado. eu já tinha uma vida boa, pra que eu queria trabalhar tanto? o meu colega de ponto tem 76 anos, ele faz isso até hoje. o meu táxi é o meu orgulho, ele sustenta duas famílias. eu ganho menos? ganho. sou mais feliz? sou. hoje eu faço tricô, faço bolo pro meu neto, pego o meu neto na escola caminhando, é bom demais! o meu colega de carro trabalha muito também, mas paga as contas em dia. e você? o que vc está fazendo? tá indo pro hospital de tanto trabalho, não pode. você é a minha última corrida, quer que eu fique com você aí? vai precisar de cuidado, de sopa.”

– não precisa não, obrigada. vai ficar tudo bem.

– vai ficar bem quando você melhorar no trabalho. chegamos. qualquer coisa me ligue, eu venho cuidar de vc. vc é boa, menina.

horoscope

Today is an excellent day for you, a, in which you should be able to ground your emotions and find a greater amount of stability in your life in general. As you walk down the street, be conscious of the earth below you. Plant your feet firmly on the ground and realize that you are a living part of this great planet. You are a product of the Earth herself. Do not separate yourself from Mother Nature. You are her daughter – respect her.