meimagino

me perco em pontos ônibus. me perco quando entro neles. ali dentro me perco nas pessoas, nos livros que elas estão lendo, nas músicas que ultrapassam os fones de ouvido. olho nas roupas, nos cabelos, nas mochilas e bolsas. imagino cada uma delas, a casa que vivem, as alegrias que vivem e as dores que carregam.

em cada ponto que alguém desce imagino pra onde vai. se vai pro trabalho, se vai no boteco pedir uma pinga, se vai almoçar com uma amiga na vila madalena, se vai encontrar o amor da sua vida na esquina, se vai ao cabeleleiro, se vai pedir um pão na chapa, se vai continuar lendo o livro, se vai chorar o amor perdido olhando pra cidade na praça do pôr do sol.

imagino.

e quando eu desço?

eu me imagino.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s